Pharmacon™ Cabines de Fluxo Descendente

Pharmacon™ Cabines de Fluxo Descendente
  • Design rígido modular e fácil de limpar com juntas mínimas.
  • Filtragem HEPA/ULPA simples, dois estágios ou três estágios podem ser acomodadas.
  • Painéis divisores removíveis permitem o acesso ao filtro de poeira fino para a manutenção dentro da cabine.
  • Fluxo de ar recirculatório ou fluxo de ar de passagem única se o solvente ou gases perigosos estiverem presentes no processo (também podendo exigir ligações elétricas  à prova de explosão).
  • As bobinas de resfriamento podem ser montadas para compensar os ganhos de calor nos sistemas recirculatórios do fluxo de ar.
  • Os filtros de fluxo descendente de gel-vedação HEPA/ULPA são substituíveis de dentro da cabine. Gel-vedação é mais confiável do que os vedantes convencionais de gaxeta.
  • O (s) ventilador (es) de compensação de tensão asseguram um fluxo de ar estável.
  • Os medidores Magnehelic fornecem meios convenientes e confiáveis ​​para monitorar o fluxo de ar da cabine.
  • A cabine e enviada desmontada para montagem no local
  • O teto compacto e os plenums traseiros maximizam a área de trabalho utilizável, minimizando o espaço no chão.
  • Protocolos IQ / OQ disponíveis.
  • As luminárias tipo gota com eficiência de energia minimizam a interrupção do fluxo de ar.
  • Testes completos de aceitação de fábrica e local incluem: integridade do filtro, contagem de partículas (limpeza do ar), velocidade e uniformidade do fluxo descendente, velocidade/volume de exaustão, verificação da zona de contenção, nível de ruído, intensidade da luz, aumento de temperatura e segurança elétrica.
  • Desempenho de contenção verificado de acordo com o Guia de Boas Práticas da ISPE, Avaliando o Desempenho de Contenção de Partículas do Equipamento Farmacêutico.

Opções

  • Caixa do filtro bag-in bag-out para mudança segura do filtro.
  • Fluxo de ar de exaustão completa.
  • Bobinas de resfriamento embutidas para compensar o aumento de temperatura da cabine.
  • Cavidades do painel para computadores, telas, impressoras.
  • Tiras de PVC dianteiras.
  • Serviços como N2, água, ar comprimido.
  • Conexões de rede.
  • Tela de contenção para aplicações de alta contenção.
  • Equipamentos integrados, como elevadores de tambor.
  • Aplicações de áreas perigosas.
  • Sistemas de controle de temperatura e umidade.
  • Câmara de descompressão de entrada e saída.
  • Alarmes touchscreen e pressão digital em vez de interruptores e medidores de pressão.

Fluxo do processo do projeto

  • Projeto principal recebido
  • Engenheiro técnico de vendas da Esco inicia contato para visita no local para determinar as necessidades do cliente.
  • Primeira proposta apresentada com submissão de desenhos e orçamento.
  • Visita de acompanhamento e aperfeiçoamentos aos Requisitos solicitados.
  • Proposta final apresentada, concordar com detalhes comerciais.
  • O cliente emite a ordem de compra.
  • Engenharia Mecânica e Elétrica na Esco.
  • Aprovação dos desenhos e projeto pelo cliente.
  • Fabricação e Montagem.
  • Integração de equipamentos obtidos externamente (se necessário).
  • Teste de aceitação de fábrica na Esco com documentação.
  • Embalagem e Transporte.
  • Instalação do equipamento e teste de aceitação no local.